Mg. Ing. Walter Hugo Torres Bustamante

download Mg. Ing. Walter Hugo Torres Bustamante

of 42

  • date post

    07-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    30
  • download

    1

Embed Size (px)

description

CURSO BASICO DE PLANEAMIENTO ESTRATÉGICO PROSPECTIVO. SISTEMA DE PLANEAMIENTO ESTRAT É GICO CON ESCENARIOS PROSPECTIVOS. Mg. Ing. Walter Hugo Torres Bustamante. walter@brainstorming.com.br. Trujillo, Perú 14, 15, 16 Dic. 2010. TOMA DE DECISIONES ESTRATÉGICAS. TEMA 1. - PowerPoint PPT Presentation

Transcript of Mg. Ing. Walter Hugo Torres Bustamante

Slide sem títulowalter@brainstorming.com.br
Slide *
Problema
Decisión
de la decisión
Modelos de decisión:
Toma de decisiones bajo incertidumbre, adopta una aptitud optimista o pesimista.
Toma de decisiones bajo riesgo, utiliza probabilidades
Toma de decisiones bajo certeza, cuenta con informacion concreta
Toma de decisiones bajo conflicto, aplica teoria de juegos
*
It is usually worthwhile developing the difference between risk and uncertainty.
Slide *
Toma de decisiones estratégicas
*
It is usually worthwhile developing the difference between risk and uncertainty.
Slide *
Gestión estrategica
*
It is usually worthwhile developing the difference between risk and uncertainty.
Slide *
Gestion estrategica
*
It is usually worthwhile developing the difference between risk and uncertainty.
Slide *
Organizaciones
Universidad
Proveedores
Clientes
*
“Cuando un administrador entiende el ambiente, y reconoce que el ambiente está en constante cambio, entonces puede tomar las decisiones correctas liderando las organizaciones hacia el futuro”
El Ambiente y el cambio
*
Continuo Eterno
Actuar Planear
Estudiar Hacer
PHEC: Un modelo cíclico para el mejoramiento continuado eterno basado en la aplicación práctica y cotidiana del método científico
Dr.Jorge Wong
1. Planear
y Diseñar
la Pirámide del Conocimiento
*
La intensa búsqueda de la supervivencia en mercados, la competencia se vuelve compleja y difícil dando lugar a la Inteligencia Competitiva, constituida para proporcionar ventajas competitivas en una empresa.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
De todos los problemas empresariales en el mundo globalizado, el más importante es garantizar su propia existencia en el mercado.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
Las informaciones estratégicas son consideradas insumos claves y relevantes para los Estados y principalmente para las organizaciones empresariales.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
La función del trabajo de Inteligencia, hasta el fin de la Guerra Fría, en razón de su vinculo militar, fue considerada exclusivo del Estado como institución.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
En la actualidad La Inteligencia, es reconocida como una de las principales herramientas auxiliares del proceso de toma de decisiones importantes en la gestión de los negocios de las empresas.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
En la Era del Conocimiento, acelerada por las TICs esta llevando a las empresas a nuevos desafíos en la producción de información (inteligencia) que anticipen los movimientos de sus competidores y lancen sus estrategia vencedoras.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
La perfomance de las organizaciones se mide por las acciones de observación, recolección y análisis de informaciones sobre las tendencias del ambiente y que pueden convertirse en recomendaciones (conocimiento) para apoyo a la toma de decisiones.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
La utilización adecuada de las técnicas de Inteligencia Competitiva puede representar la diferencia entre el éxito o el fracaso de las organizaciones
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
Las organizaciones que desconocen los recursos de la Inteligencia Competitiva se colocan en clara desventaja frente aquellas otras que la dominan y aplican en forma estructurada.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
Frente a la demanda de métodos de IC de fácil aplicación y economicamente accesible, motivaron al Dr. Walter Cardoso Junior, experto en IC de la Universidad Santa Catarina del Sur- Brasil, la creación de un Método de Inteligencia Estratégica Empresarial, destinado al apoyo al proceso de Gestión de las empresas.
LA INTELIGENCIA COMPETITIVA
*
*
Es una Herramienta de apoyo a la gestión estratégica de las organizaciones.
Proceso sistemático de recolección, tratamiento, análisis y diseminación de la información sobre actividades de los competidores, tecnologías y tendencias generales de los negocios, con el fin de apoyar la toma de decisiones y alcanzar las metas estratégicas de la organización.
Que es la Inteligencia Competitiva?
*
Segundo Prescott & Miller (2002), cada vez mais, os estrategistas da gestão estão se apoiando em uma prática, não raro mal-entendida, denominada Inteligência Competitiva (IC).
Longe das sombras dos estereótipos “spy versus spy” corporativos, os profissionais de IC coletam, analisam y aplicam, legal y eticamente, informações relativas às capacidades, as deficiências y as intenções de seus competidores y monitoram os acontecimentos do ambiente competitivo geral (como competidores desconhecidos que surgem no horizonte ou novas tecnologias que podem alterar tudo). O objetivo: informações que subsidiem o processo de toma de decisões estratégicas y que possam ser utilizadas para colocar a organização empresarial na fronteira competitiva dos avanços. Considerando que a sobrevivência no atual ambiente de negócios depende de uma estratégia bem elaborada, apoiada em inovações criativas, torna-se essencial conhecer y prever o que ocorre ao redor do empreendimento.
Em sentido amplo, o emprego de IC força as organizações a manterem um foco de rastreamento externo contínuo. É mais do que estudar os competidores; é o processo de estudar qualquer coisa que possa tornar a organização mais competitiva y posicioná-la melhor no mercado.
Slide *
Es una Herramienta estratégica que permite a la alta gerencia mejorar su competitividad, identificando las principales fuerzas propulsoras y previendo los futuros rumbos del mercado
Que es la Inteligencia Competitiva?
*
Segundo Prescott & Miller (2002), cada vez mais, os estrategistas da gestão estão se apoiando em uma prática, não raro mal-entendida, denominada Inteligência Competitiva (IC).
Longe das sombras dos estereótipos “spy versus spy” corporativos, os profissionais de IC coletam, analisam y aplicam, legal y eticamente, informações relativas às capacidades, as deficiências y as intenções de seus competidores y monitoram os acontecimentos do ambiente competitivo geral (como competidores desconhecidos que surgem no horizonte ou novas tecnologias que podem alterar tudo). O objetivo: informações que subsidiem o processo de toma de decisões estratégicas y que possam ser utilizadas para colocar a organização empresarial na fronteira competitiva dos avanços. Considerando que a sobrevivência no atual ambiente de negócios depende de uma estratégia bem elaborada, apoiada em inovações criativas, torna-se essencial conhecer y prever o que ocorre ao redor do empreendimento.
Em sentido amplo, o emprego de IC força as organizações a manterem um foco de rastreamento externo contínuo. É mais do que estudar os competidores; é o processo de estudar qualquer coisa que possa tornar a organização mais competitiva y posicioná-la melhor no mercado.
Slide *
*
Según el Método Grumbach de Gestión Estratégica la Inteligencia Competitiva es un conjunto de actividades destinadas a buscar, obtener, analizar y distribuir informaciones del Ambiente, por medio de la verificación de diversos aspectos de las Variables y de los Actores Externos. Se obtienen datos e información, a partir de informes financieros, balances, registro de patentes, “sites”, etc .
Que es la Inteligencia Competitiva?
*
Segundo Prescott & Miller (2002), cada vez mais, os estrategistas da gestão estão se apoiando em uma prática, não raro mal-entendida, denominada Inteligência Competitiva (IC).
Longe das sombras dos estereótipos “spy versus spy” corporativos, os profissionais de IC coletam, analisam y aplicam, legal y eticamente, informações relativas às capacidades, as deficiências y as intenções de seus competidores y monitoram os acontecimentos do ambiente competitivo geral (como competidores desconhecidos que surgem no horizonte ou novas tecnologias que podem alterar tudo). O objetivo: informações que subsidiem o processo de toma de decisões estratégicas y que possam ser utilizadas para colocar a organização empresarial na fronteira competitiva dos avanços. Considerando que a sobrevivência no atual ambiente de negócios depende de uma estratégia bem elaborada, apoiada em inovações criativas, torna-se essencial conhecer y prever o que ocorre ao redor do empreendimento.
Em sentido amplo, o emprego de IC força as organizações a manterem um foco de rastreamento externo contínuo. É mais do que estudar os competidores; é o processo de estudar qualquer coisa que possa tornar a organização mais competitiva y posicioná-la melhor no mercado.
Slide *
IC obliga a mantener un fuente de búsqueda externa continua.
IC es más que estudiar a los competidores; es el proceso de estudiar cualquier aspecto que pueda convertir a la organización más competitiva y posicionarla mejor en el mercado.
Que es la Inteligencia Competitiva?
*
Segundo Prescott & Miller (2002), cada vez mais, os estrategistas da gestão estão se apoiando em uma prática, não raro mal-entendida, denominada Inteligência Competitiva (IC).
Longe das sombras dos estereótipos “spy versus spy” corporativos, os profissionais de IC coletam, analisam y aplicam, legal y eticamente, informações relativas às capacidades, as deficiências y as intenções de seus competidores y monitoram os acontecimentos do ambiente competitivo geral (como competidores desconhecidos que surgem no horizonte ou novas tecnologias que podem alterar tudo). O objetivo: informações que subsidiem o processo de toma de decisões estratégicas y que possam ser utilizadas para colocar a organização empresarial na fronteira competitiva dos avanços. Considerando que a sobrevivência no atual ambiente de negócios depende de uma estratégia bem elaborada, apoiada em inovações criativas, torna-se essencial conhecer y prever o que ocorre ao redor do empreendimento.
Em sentido amplo, o emprego de IC força as organizações a manterem um foco de rastreamento externo contínuo. É mais do que estudar os competidores; é o processo de estudar qualquer coisa que possa tornar a organização mais competitiva y posicioná-la melhor no mercado.
Slide *
La producción de Inteligencia según la necesidad de la empresa
*
*
Los profesionales de IC pasaron a valorar cada vez más el desarrollo de redes de contacto personal.
Las empresas de clase mundial mas competitivas proyectan sus unidades de IC en torno a contactos personales.
La Inteligencia Competitiva como proceso social
Slide *
Docente Maestría en Administración
TEMA 3
Última atualización:
Medios auxiliares: Proyector multimedia
*
Método de prever hechos y situaciones que afectan un emprendimiento, consonante a la misión y los objetivos organizacionales. IE² implica en:
Búsqueda sistemática de datos válidos y relevantes sobre cuestiones específicas de interés de la organización, enfocando amenazas y oportunidades.
Vigilancia legal de los competidores y del ambiente donde la organización actúa, rastreando los cambios que ocurren alrededor.
Inteligencia Empresarial Estratégica
*
Na condução de negócios, o volume de informação necessário excede granmente a capacidade y a habilidade de reunião. Por essa razão a IE² necessita de um planejamento objetivo para as suas atividades.
Para não perder o foco, é preciso definir objetivos razoáveis de reunião y tratamento de informação, para que o esforço de inteligência venha realmente a gerar vantagem competitiva.
Quê? Quem? Quando? Onde? Como? Para quê? Quanto?
Slide *
competencia
*
O modelo possui quatro funções básicas – Investigación; Análise; Rede y Controle, que caracterizam os instrumentos destinados a elaborar questões, buscar as respostas, processá-las, y difundir o Conocimiento resultante desse processo.
Slide *
*
A função Rede é desempenhada pelas redes de colaboradores, sendo que o seu principal trabalho consiste em buscar informação primária.
As redes começam dentro das próprias organizações, quando seus membros passam a reunir de forma controlada a informação externa requerida. A informação fechada y oral poderá ser encontrada em contatos com os clientes, fornecedores, consultores, especialistas, y também nas sociedades de serviços, bares, clubes, reuniões sociais, y outros locais específicos. O Conocimiento antecipado das faculdades profissionais y não-profissionais dos integrantes de uma organização torna-se essencial para que a Inteligência Competitiva estruture redes que cheguem até onde se deseja, em termos de informação.
Sabendo que uma conexão virtual (planejada nas telas dos computadores) deverá anteceder a real (que ocorre na prática), para efeito de planejamento, o setor de recursos humanos de uma organização poderá colaborar com as equipes de Inteligência Competitiva fornecendo, à UP, uma listagem de talentos extraprofissionais referente aos integrantes da organização. Para Besson & Possin (1996, p.40), “aquele que fala servo-croata, ou preside uma associação cultural ou desportiva poderá, amanhã, responder a uma questão ou interrogar uma competência externa”.
Slide *
El trabajo de red
La red es indispensable a la obtención de información cerrada y oral.
Las redes empiezan dentro de la propia organización, cuando sus miembros pasan a reunir de forma controlada la información externa requerida en el procesamiento.
Muchas veces invisibles y montadas sobre intereses específicos, las redes ayudan a dominar la complejidad del ambiente donde las organizaciones actúan, favoreciendo a la penetración hasta en estructuras de difícil acceso.
*
Em qualquer situação, é bom saber que a discrição será sempre de gran importância. Uma empresa não precisa ser vista como gran interessada na obtenção de informações sobre as demais.
Desordem aparente, encontros sem aviso prévio y “inofensivos”, em locais inesperados, com interlocutores “da hora”, evidenciam uma operação de Inteligência em marcha. O acaso só é fortuito aparentemente.
Slide *
*
Sabiendo que la dirección no dispone de tiempo para cuidar de las demandas de producción de Inteligencia, se hace necesaria la figura del Gestor de Inteligencia – GI.
Profesional con experiencia en procesamiento de insumos informacionales, con perfecto conocimiento de las posibilidades y deficiencias de la organización, el GI personifica la función Control.
Manteniendo relaciones de absoluta confianza con la dirección, al GI cabe animar los trabajos de análisis que podrán demandar, más allá de análisis internos, colaboraciones externas de colaboradores con reconocido dominio de las cuestiones analizadas.
Gestor de Inteligencia
*
*
A prática de IE2 permite levantar as reais intenções dos competidores, bem como acompanhar o surgimento de novas tecnologias (que podem mudar tudo) y monitorar as ocorrências imprevistas do mercado. Tais ações serão possíveis através do exame de registros públicos; do rastreamento atento da internet y dos meios de comunicação de massa; da realização de contatos com os clientes, fornecedores, parceiros, especialistas do setor y outras fontes confiáveis; da criação de perfis psicológicos dos tomadores de decisão rivais y da participação em feiras, congressos y outros eventos abertos. A figura representa sinteticamente o funcionamento do CPI em uma CIE2.
O objetivo explícito disso tudo é capturar informações privilegiadas, depurá-las y transformá-las em análise da situação de um concorrente, a fim de fazer uma idéia do seu status atual y dos seus objetivos futuros, y determinar como isso se relaciona com a própria estratégia, ao mesmo tempo em que se assinalam novos competidores em lugares inesperados, é a proposta em questão, exeqüível na plena utilização do modelo.
Slide *
Información pertinente, analizada y concluida. Los decisores quedan encantados cuando tienen informaciones para disminuir la incertidumbre sobre el ambiente.
*
Que cambios permite la IC?
*
*
No se llega a la Inteligencia por el acceso pasivo a la información o, aun, por los conocimientos apenas transmitidos en las escuelas y universidades.
La Inteligencia debe ser estructurada a lo largo de un proceso de creación que integra la cultura de la organización con sus escenarios de futuro.
Conclusiones